sexta-feira, 30 de março de 2012

ESPARGOS SELVAGENS

Aí estão lindos.Estas pontas novas são a parte comestível.Os espargos selvagens são,salvo outras opiniões,muito mais saborosos.
Apanham-se,como as norças,passando a mão ao longo do rebento,sem forçar muito,para que parta pela parte tenra.

A parte lenhosa,são os rebentos do ano anterior,é áspera e até pica.


Os cultivados têm de colher-se enquanto ainda estão debaixo da terra depois,tornam-se rapidamente lenhosos.


Antes de os preparar,os selvagens claro,costumo escaldá-los um minuto em água a ferver.

Ficam prontos para duas preparações:

Com ovos,bantando cortá-los,em pedaços pequenos,pôr em azeite juntamente com cêbola,deixar cozinhar 7 ou 8 minutos e juntar ovos batidos;

Em açorda,deixam-se cozer,depois de retirados do escaldão,em água com alho,sal,cêbola picada e,para quem gosta,uma malagueta,cortados em pedaços,durante 10 minutos.

Corta-se pão,de dois dias,em fatias finas,ou pedaços,para uma sopeira,junta-se uma boa quantidade de azeite cru e,por cima,deitam-se os espargos e a água de os cozer,misturando bem.

Há muitas variantes.


mário



5 comentários:

  1. O meu pai adora apanhar, anda sempre a ver onde eles estão para "atacar" :)

    ResponderEliminar
  2. Hummmm, parece-me que já vi disto e nem suspeitava que seriam espargos. E eu que adoro.
    Abraço,
    Armando

    ResponderEliminar
  3. Boa noite.

    Por acaso sabe onde encontrá-los pelo minho? :)

    ResponderEliminar
  4. Boa noite,
    Sei que são muito bons, mas a verdade é que não consigo encontra semente de espargos selvagens à venda !
    Agradecia informação.

    ResponderEliminar
  5. Semente de espargos selvagens não encontra à venda quase de certeza. Mas qualquer casa de sementes tem pacotinhos de sementes de "Asparagus officinalis", uma das variedades cultivadas. É muito fácil cultivar espargos, já que não requerem grandes cuidados. Pouco mais que tirar as ervas daninhas e regar. Eu comecei com seis plantas há três anos e este ano já tive 18 a produzir turrioes durante seis semanas. Para o ano terei 18 a produzir durante dois meses (o máximo), e 10 a produzir durante seis semanas. Depois a minha espargueira terá no mínimo dez novas plantas por anos a iniciar produção. Convém não cortar os turrioes nos dois primeiros anos de cultivo. As plantinhas a plantar em local definitivo devem ter um ano.

    ResponderEliminar