segunda-feira, 1 de agosto de 2011

AMOREIRA-NEGRA

É uma jovem "Amoreira-negra",(Morus nigra).É originária do Irão.Hoje está expandida a toda a bacia mediterrânica.
Mesmo sem o recurso a químicos enraiza com facilidade.A maneira mais fácil e expedita é o mergulhio,como nas videiras.Mergulha-se no solo um ramo,com a ponta de fora e sem o separar da árvore mãe.Em terreno húmido não necessita de grandes regas.Ao fim de um ano já deve ter raizes,separa-se da mãe e planta-se no local definitivo,com cuidado porque as raizes jovens são muito frágeis e separam-se da planta com facilidade.
O mergulhio é fácil porque a amoreira tem sempre,se não for muito podada,ramos pendentes quase a tocar o solo.

Os frutos,amoras,começam por ter esta maravilhosa côr,aqui realçada por um raio de Sol que quis ajudar,



para depois ficarem quase negras.Dado ser uma árvore com folhagem muito densa,talvez para esconder os frutos,tive de afastá-la para a fotografia.

Os frutos,que são um conjunto denso de bagas,enquanto vermelhos,têm um sabor agridoce à medida que vão ficando negras ficam também mais doces.

Não consigo pôr aqui o aroma mas garanto que é magnífico.


mário





1 comentário: